(41) 99990-8927 - QCG (41) 3304-4888 - capelania@pm.pr.gov.br

Missão, Visão e Valores:

A Capelania Institucional visa a assistência espiritual na PMPR em suas ações específicas a fim de oferecer um suporte espiritual ao militar estadual e seus familiares que passam por situações de conflito interno a partir da convivência com a violência, a exaustão, o estresse e a insegurança

Os Capelães atuantes na PMPR, respeitadas a sua formação teológica e de credo religioso exercerão o Serviço de Assistência Religiosa e espiritual aos Policiais militares, aos civis das organizações militares e às suas famílias, bem como atender a encargos relacionados com as atividades de educação moral, ética e social dos integrantes das unidades militares. Visando o bem estar Biopsicossócioespiritual dos militares da ativa e reserva e seus dependentes.

A Capelania Institucional na Polícia Militar do Paraná possui a disponibilidade para atender todo o Estado do Paraná, em missões de cunho assistencial e acolhimento espiritual.

Sendo atualmente operacionalizado junto a DP7/SAS (Seção de Ação Social), e somente por militares deste setor e agentes religiosos voluntários sendo estes subordinados a capacitação, orientação, supervisão da gestão da capelania. Exercendo de maneira interdisciplinar Capelania, Serviço Social e Psicologia

Os capelães  realizam liturgias, celebrações, cultos e ritos; dirigem e administram comunidades; formam pessoas segundo preceitos religiosos das diferentes tradições; orientam pessoas; realizam ação social junto à comunidade; pesquisam a doutrina religiosa; transmitem ensinamentos religiosos; praticam vida contemplativa e meditativa; preservam a tradição. Devem  ter no minimo 5 anos comprovado de exercício do oficio como ministro religioso na sua comunidade religiosa externa.

As ações de capelania, que tem sua com origem e base cristã em 1789, na França, e regulamentadas pela primeira vez nas forças armadas brasileiras e suas forças auxiliares no ano de 1850, não possui fins proselitistas, de fomentação ou sectarismo, mas simplesmente levar a fé; esperança e amor, sempre respeitando e promovendo os princípios dos direitos humanos a todos.

Referencias

  1. Constituição da República Federativa do Brasil;
  2. Constituição do Estado do Paraná;
  3. Decreto Estadual
  4. Substituir decreto 17.973/70
  5. Lei Estadual nº 16.575/10, de 28 de setembro de 2010 (Lei de Organização Básica da PMPR);
  6.  PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 540, DE 4 DE JULHO DE 2012. Autoriza a Assistência Religiosa nos Quartéis da PMPR.

Atividades

  1. Desenvolver suas atividades buscando acolhimento dos integrantes da Corporação nas diversas situações da vida;
  2. Cuidar prestar total assistência nos assuntos de ordem espiritual no âmbito da Corporação;
  3. Executar os serviços e cerimônias religiosas;
  4. Prestar assistência religiosa aos doentes e feridos;
  5. Coordenar as atividades de qualquer sociedade religiosa que possa colaborar com o comando;
  6. Cooperar com o oficial responsável pelo Serviço de Assistência Social e de assistência psicológica sempre que necessário;
  7. Caberá também, visitar hospitais e outras instituições no exercício de sua função;
  8. Cumprir missões específicas determinadas pelo Comando, relacionadas às suas funções;

Cap. QOPM Rafael Penkal

Seção de Assistência Social da PMPR

Rev. Rogerio Luis Victório

Pr. Jonathan Lebedieff dos Santos

Capelania Institucional da PMPR